Encontro entre as polaridades



A transformação natural é realizada pela integração dos dois opostos. Vida, desenvolvimento e evolução são gerados por Luz e Escuridão. Então passamos a tecer a teia da vida da quais todos somos artesãos. Essa é a função de servir que dá sentido a nossa existência. Todos os seres vivos se sustentam nessa lei para realizar sua missão e a humanidade, para se auto sustentar e não barrar nossa evolução, necessitou desse conhecimento.


Como parte da natureza terrestre, ao conhecer e respeitar suas leis, somos nutridos e reciclamos nossos resíduos, não somente no corpo físico, mas também no corpo emocional e mental. Diante das informações que hoje temos e quebrando as barreiras da ignorância, conhecendo nossos bloqueios e conversando com nossa criança interna, podemos gerar conhecimento.


Através da liberdade que temos de expressar a verdade sobre nossa funcionalidade, mudaremos definitivamente os relacionamentos e nossa a qualidade de vida, transformando assim nosso ambiente, nossa cidade, nosso planeta.

Como uma semente que possui toda potencialidade de uma floresta contida em sua essência, todos esperamos essa germinação para revelar o que temos de eterno: nossa capacidade de amar e criar.


Reprimidos e sem informação para processar o aprendizado e gerar conhecimento, deixamos de evoluir em nossos corpos mental e emocional não acompanhando a idade cronológica que nos obriga a assumir responsabilidades sociais, nos tornando dependentes.


Dar e receber não significa dois polos opostos e sim nos fazem inteiros e completos. Pense em sua respiração, quando você recebe, inspira, quando você dá, expira. Este é seu ciclo natural para sobreviver.


Quando recebemos e não doamos ficamos inflados, não conseguimos dar continuidade ao fluxo da vida. Se constantemente estamos dando nos desgastamos e perdemos nossa força. Quando fluímos experimentamos abundância em sua forma mais prazerosa.


Somos como aparelhos que necessitam funcionar com seus circuitos elétricos positivos e negativos ajustados, para receber a energia da fonte e realizar as atividades para a qual foram criados. Se as partes estão desajustadas, não existe fluxo de energia para nosso pleno funcionamento. Ficamos limitados com os resíduos não reciclados e processamos a energia contaminada, tornando-nos incapazes de processar as informações da consciência.


Reconhecendo quem somos, resgatamos a nossa natureza e a nossa criança inocente e livre. Assim acessamos a sabedoria que temos para desfrutar á vida.


Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivo